Sobre

 

 

 

Wagner Pinto

Light designer de refinamento estilístico e aguda precisão no manejo do instrumental. Inicia sua carreira em 1982, no Teatro dos Quatro, no Rio de Jane iro, como assistente dos profissionais Aurélio de Simoni e Luiz Paulo Nenen.

Vencedor do prêmio Shell de Iluminação, em 2018, pelo espetáculo Dilúvio, de autoria e direção de Gerald Thomas. Em 2016,  pelo espetáculo A Máquina Tchekhov , de Matei Visniec, pela Cia. A Máquina, direção Denise Winberg e Clara Carvalho.

Estagiou em Nova York, não Teatro La MaMa e Casa metropolitana de Ópera , pesquisando e se aprimorando em técnicas de iluminação de Ópera.

Em 2012, vencedor do XV Prêmio Carlos Gomes de Ópera e Música Erudita, por L’Efant et les Sortilèges , direção cênica de Lívia Sabag, produção do Theatro Municipal de São Paulo.

Em 2010, vencedor do prêmio FEMSA de Teatro Infantil e Jovem, por Quem Tem Medo de Curupira? autoria, trilha sonora e direção musical de Zeca Baleiro e direção artística de Débora Dubois.

Wagner Pinto

clique aquipara acessar o release.
clique aqui, para acessar o currículo completo.
GALERIA  – Trabalhos realizados                               

 

 

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: